Lewis Hamilton gostaria de mais disputas na Fórmula 1 e explica que o bom desempenho não é “culpa” da Mercedes

Lewis Hamilton gostaria de mais disputas na Fórmula 1 e explica que o bom desempenho não é “culpa” da Mercedes

Publicado por Brasil Vegas, 06/08/2020

O piloto Lewis Hamilton vem dominando a Fórmula 1 desde 2014, no entanto, o representante da Mercedes começou essa temporada conquistando apenas a quarta posição no GP da Áustria. Mesmo assim, ele já se recuperou, venceu as outras três corridas e está na liderança do campeonato com 88 pontos. O britânico ainda explicou que se sentiria mais feliz se tivesse mais disputas na categoria.

O colega de equipe do piloto, Valtteri Bottas, está em segundo na tabela com 30 pontos atrás de desvantagem. Em terceiro vem o representante da RBR, Max Verstappen, com 52 pontos. O holandês de 22 anos, Lando Norris, ocupa a quarta posição com 36. A Ferrari tem Charles Leclerc em quarto com 33 pontos.

Olhe, honestamente, sou um piloto por completo, de coração. Particularmente quando se está no kart, você tem aquela corrida roda a roda, e isso sempre me animou, é o que me faz levantar pela manhã. Essa não é a briga pelo campeonato que eu estava esperando. Eu preferiria muito mais ter uma batalha super próxima com Verstappen e Leclerc, porque é o que me motiva. Eu realmente espero que no futuro, estejamos mais próximos”, ressaltou o hexacampeão.

Alguns especialistas acreditam que o vice-campeão Bottas seja o único capaz de se aproximar de Hamilton nesta temporada. A Mercedes está na primeira posição entre os construtores, enquanto a RBR ocupa a segunda colocação com três pódios de Max Verstappen e vive um momento melhor que a própria Ferrari, que está em seu pior começo de temporada na década. Além disso, o britânico defende sua equipe pela hegemonia.

São as regras. No fim das contas, cada equipe recebe suas regras e, no fim do dia, fizemos um trabalho coletivo excepcional, e você não pode culpar minha equipe por isso. Não é nossa culpa. Você precisa olhar para as pessoas que dirigem o esporte fazendo um trabalho melhor, eu diria, em termos de decisão”, disse Hamilton.

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, também já comentou que a culpa das vitórias e o desempenho acima da média não é da equipe. Ele explicou que o domínio das temporadas pode ser terminado em um simples abandono duplo ou até em uma corrida que tivesse qualquer tipo de problema.

Não há uma fibra em nós que pense que este campeonato está terminado. Por outro lado, o domínio de uma única equipe, seja nós, seja a RBR nos anos de 2010 ou a Ferrari no início dos anos 2000, é algo sempre um pouco estranho para o campeonato. Mas não cabe à equipe que conseguiu progressos para vencer ser vista como responsável pela previsibilidade do campeonato. Temos um objetivo principal: terminar todos os fins de semana com o melhor de nossas habilidades. Não há mais nada que possamos fazer”, argumentou.

Com um novo regulamento previsto para 2022 com um teto de gastos, Hamilton não pareceu incomodado diante da imprevisibilidade. A ideia da direção é deixar as equipes mais parelhas financeiramente, sem mais hegemonias tão longas.

Acho que eles estão mostrando alguns sinais... Acho que Ross Brawn está nos mostrando um carro para o futuro que vai nos aproximar. Espero que não seja tão lento quanto um carro da Fórmula 1, então, esperançosamente teremos mais corridas como no kart, no futuro”, concluiu o piloto.

Foto: Frank Augstein/Pool via Getty Images

Cassinos em Destaques

Somente novos usuários - Aplica-se T&C

Melhores Cassinos

Somente novos usuários - Aplica-se T&C

Últimos Artigos

Melhores Jogos

Somente novos usuários - Aplica-se T&C

Já possui conta?

Fechar

Entre com seus dados de login

Nome de usuário

Senha

Cadastre-se

Faça agora seu cadastro para ter acesso a conteúdos exclusivos!

Nome de usuário

Senha

Nome completo

CPF

E-mail

Telefone com DDD

Usuário no YouTube (opcional)

Usuário na Twitch (opcional)

Data de Nascimento

PIX

Copyright © 2022 | info@brasilvegas.com | @brasilvegasoficial