Nutricionista ressalta como devem ser os preparos dos jogadores para a retomada do futebol

Nutricionista ressalta como devem ser os preparos dos jogadores para a retomada do futebol

Publicado por Brasil Vegas, 02/07/2020

O futebol está retornando aos poucos pelo Brasil depois da paralisação em função da pandemia do coronavírus. Porém, depois de aproximadamente três meses sem atividades, os atletas precisam de um preparo diferente para prevenir as possíveis lesões. Desta forma, a nutricionista Maria Clara Pinheiro explicou como devem ser os cuidados.

Com a volta dos treinos, jogos e campeonatos, os atletas precisam se atentar aos cuidados com a alimentação e a boa nutrição. Após um longo período afastados das competições de alto nível e dos treinos intensos, a tendência é que o percentual de gordura dos esportistas esteja aumentado e a massa muscular esteja levemente diminuída. Por isso, é muito importante readequar os hábitos alimentares e focar nos treinos para voltar o mais breve possível a melhor forma física”, ressaltou.

Um dos pontos principais da dieta é reduzir o percentual de gordura, que provavelmente aumentou durante o isolamento social, já que os jogadores ficaram sem os exercícios necessários.

É muito importante que o atleta procure fazer uma dieta equilibrada, sem restrições muito intensas, e que contemple todos os macronutrientes (proteínas, carboidratos e gorduras) em quantidades ajustadas as suas necessidades. Com a volta às atividades esportivas é possível que rapidamente o atleta recupere seu percentual de gordura adequado, se voltar a se alimentar sem os possíveis exageros cometidos durante o período de isolamento social”, disse a especialista Maria.

Cortar o excesso de doces, frituras e álcool também ajudará ao atleta voltar a sua melhor forma física. Cuidar para que a ansiedade por recuperar o físico ideal, não faça com que o atleta opte por uma dieta extremamente restritiva e que pode inclusive comprometer seu desempenho no esporte”, continuou.

Apesar de ser importante que os atletas voltem rapidamente as suas formas físicas, o processo de emagrecimento precisa ser feito com calma, se não ele pode acabar tendo prejuízos.

Perder peso não necessariamente significa emagrecer. Quando perdemos peso, podemos estar perdendo água, massa muscular e gordura. Emagrecer adequadamente é perder apenas, ou pelo menos prioritariamente, gordura. O risco de um atleta que decida emagrecer de maneira muito acelerada e sem o devido acompanhamento nutricional, é perder massa muscular durante esse processo. A perda de massa muscular diminui a performance do atleta e pode dificultar ainda mais a volta ao melhor desempenho físico. Por isso, recorrer a dietas extremante restritivas é altamente desaconselhável. A pressa por voltar a antiga forma, pode atrapalhar mais do que ajudar”, explica a nutricionista.

Por fim, a Mestre e Doutora em Ciências pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) traz algumas dicas de como fazer a retomada de uma maneira perfeita.

Para que a recuperação da forma física se dê de maneira adequada, o ideal é que a dieta do atleta vá se adaptando a nova rotina de treinos. Conforme a intensidade dos exercícios for aumentando, as calorias ofertadas na dieta vão aumentando também. Não excluir um determinado grupo de alimentos, por exemplo carboidratos, e não recorrer a métodos extremante restritivos ajuda o atleta a não cair em ciladas alimentares”, conclui.

Foto: Google

Cassinos em Destaques

Somente novos usuários - Aplica-se T&C

Melhores Cassinos

Somente novos usuários - Aplica-se T&C

Últimos Artigos

Melhores Jogos

Somente novos usuários - Aplica-se T&C

Já possui conta?

Fechar

Entre com seus dados de login

Nome de usuário

Senha

Cadastre-se

Faça agora seu cadastro para ter acesso a conteúdos exclusivos!

Nome de usuário

Senha

Nome completo

CPF

E-mail

Telefone com DDD

Usuário no YouTube (opcional)

Usuário na Twitch (opcional)

Data de Nascimento

PIX

Copyright © 2022 | info@brasilvegas.com | @brasilvegasoficial