Philipe Lins será o único representante brasileiro no UFC deste sábado

Philipe Lins será o único representante brasileiro no UFC deste sábado

Publicado por Brasil Vegas, 26/06/2020

O único brasileiro a disputar no UFC de Las Vegas, neste sábado, será Philipe Lins. Ele enfrentará o canadense Tanner Boser em uma luta de pesos-pesados no card preliminar. Em uma conversa com o Combate.com, o lutador explicou que apesar da pandemia, ele acredita estar bem preparado para o confronto em função de seus treinos.

Aqui na American Top Team os profissionais estão podendo treinar, mas ficou com os portões fechados para o público em geral. Descansei uma semana depois da minha última luta, consegui me preparar bem e estou pronto. Tivemos muito cuidado com as questões de saúde, higienização, etc. Fizemos treinos separados, cada um em seu horário, para evitar aglomerar as pessoas. É importante cada um fazer a sua parte”, ressaltou.

A última luta de Lins foi no dia 13 de maio, quando ele enfrentou o Andrei Arlovski e foi derrotado na decisão dos jurados. De acordo com ele, esse confronto serviu para a disputa de agora.

Eu aproveitei minha preparação física da luta anterior e continuei para essa. Estou bem treinado. Meu adversário gosta da trocação, eu também, então acho que vai ser uma ótima luta. Ele é um cara que se movimenta super bem para um peso-pesado. Ele troca de base, chuta, bate de canhoto e de direita. A gente montou uma estratégia aqui para eu estar bem preparado e não ter nada na luta que me surpreendesse. Assisti bastante as lutas dele e acredito que vou sair com a vitória”, declarou.

A arena do Ultimate lotada ainda não foi presenciada por Lins, já que sua estreia no UFC aconteceu em maio e os eventos estão sendo feitos apenas de portões fechados. Ele explicou as diferenças que está percebendo nessa experiência.

A parte de lutar sem a torcida é bem diferente. Normalmente, quando entramos em direção ao octógono o pessoal vai dando a mão para gente tocar, vai dando aquela energia e desta vez não teve nada. Outra parte diferente também é quando a gente acerta um soco e a torcida faz aquele barulho, mas desta vez não tinha barulho nenhum, você ouvia apenas aquele barulho do soco meio seco. Mas a gente está acostumado com isso, pois nossos treinos são assim, sem público”, disse o lutador.

O brasileiro contesta a decisão dos jurados na sua derrota para Andrei Arlovski. Porém, ele acredita que aprendeu muito depois daquela luta.

Eu já assisti a luta umas quatro ou cinco vezes. Eu acredito que ganhei a luta, mas ela foi bem parelha. Eu poderia ter sido mais agressivo, achei também que meus golpes não estavam tão precisos. Talvez por eu estar há um ano e meio sem lutar possa ter sido um motivo, além de estar fazendo minha estreia no Ultimate. É o maior evento do mundo, onde tem os melhores lutadores, talvez isso tenha pesado um pouco. Poderia ter tentado uma queda para impressionar os juízes”, manifestou.

No geral, acho que apresentei uns 60% do meu potencial. Acredito que nessa luta agora vou estar mais relaxado, mais adaptado, passou aquela ansiedade de estreia. É um aprendizado, para essa próxima luta corrigi esses erros, trabalhei bastante também a parte de escutar o córner. É isso, deveria ter sido mais agressivo e levado para o chão para pontuar mais”, concluiu.

O card preliminar será transmitido a partir das 18h pelo canal Combate. No sábado também acontecerão o card principal, a partir das 21h (horário de Brasília).

Foto: Getty Images

Cassinos em Destaques

Somente novos usuários - Aplica-se T&C

Melhores Cassinos

Somente novos usuários - Aplica-se T&C

Últimos Artigos

Melhores Jogos

Somente novos usuários - Aplica-se T&C

Já possui conta?

Fechar

Entre com seus dados de login

Nome de usuário

Senha

Cadastre-se

Faça agora seu cadastro para ter acesso a conteúdos exclusivos!

Nome de usuário

Senha

Nome completo

CPF

E-mail

Telefone com DDD

Usuário no YouTube (opcional)

Usuário na Twitch (opcional)

Data de Nascimento

PIX

Copyright © 2022 | info@brasilvegas.com | @brasilvegasoficial