Presidente do Atlético-MG defende liberação dos áudios e vídeos da cabine do VAR

Presidente do Atlético-MG defende liberação dos áudios e vídeos da cabine do VAR

Publicado por Brasil Vegas, 21/10/2020

O Atlético-MG quer melhorias no funcionamento da arbitragem do Campeonato Brasileiro. O presidente do clube, Sérgio Sette Câmara, acredita que os protocolos precisam ser discutidos e faz a defesa da liberação dos áudios e vídeos da cabine do VAR para todos os interessados depois da realização dos jogos.

Na minha opinião, tinha que acontecer liberação imediata dos áudios e vídeos do VAR após a realização das partidas. O que se busca, na verdade, é o aperfeiçoamento e transparência total do processo do árbitro de vídeo”, disse Sérgio.

A preocupação do time mineiro começou em função da visita do São Paulo à CBF na semana passada para pedir a mudança da arbitragem na partida contra o Grêmio. O responsável escalado para comandar o VAR era Rodolpho Toski Marques, que foi substituído por Elmo Alves Resende Cunha.

O tricolor paulista havia reclamado da atuação de Toski na partida contra o Fortaleza pela Copa do Brasil, e também pediu a troca do árbitro Rafael Traci, alegando a anulação incorreta de um gol de Luciano no jogo contra o Atlético-MG. O presidente da comissão de arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, concordou com a afirmação do São Paulo e disse que Traci errou no posicionamento da linha de impedimento.

Mesmo com a reclamação dos paulistas, Traci foi mantido para comandar o confronto entre São Paulo e Grêmio, mas acabou recebendo muitas reclamações do tricolor gaúcho sobre sua atuação. O presidente Câmara acredita que o árbitro tenha entrado em campo já pressionado pelas reclamações do time da casa.

O dirigente também disse que acha falta de bom senso o árbitro de campo, Anderson Daronco, e seus dois assistentes, que comandaram a partida do clube com o Bahia nesta segunda-feira pertencerem à Federação Gaúcha. Porém, até o momento, nenhuma reclamação formal chegou à CBF.

São alguns pontos a se colocar. Foi estranho a comitiva do São Paulo ir à CBF e a CBF tirar o árbitro de vídeo. O substituto cometeu erros no jogo que prejudicaram o Grêmio. Parecia que ele estava pressionado. Outro ponto é que faltou bom senso da CBF na escalação da arbitragem do jogo do Atlético (contra o Bahia). Não estou colocando em dúvida a lisura dos árbitros que irão apitar hoje. Mas faltou bom senso da CBF em escalar árbitros do mesmo estado do clube que briga com o Atlético pela liderança do campeonato (Internacional)”, declarou o presidente.

Além das reclamações do Atlético-MG e do Grêmio, o Vasco também já foi até a CBF para pedir áudios e vídeos do VAR nos jogos contra Corinthians e Flamengo. É bem provável que o incômodo declarado por esses clubes acabe gerando posicionamentos de outros times da Série A do Campeonato Brasileiro.

Clique aqui para ver e comparar todas as melhores odds de Futebol em ThePlayer.com

Foto: Lucas Catrib/SVM - Cabine do VAR na Arena Castelão

Cassinos em Destaques

Somente novos usuários - Aplica-se T&C

Melhores Cassinos

Somente novos usuários - Aplica-se T&C

Últimos Artigos

Melhores Jogos

Somente novos usuários - Aplica-se T&C